Seguros Imobiliários

por Marcos Galvão em
Seguros Imobiliários

Pensando bem...melhor ter!

O QUE O SEGURO IMOBILIÁRIO DEVE OFERECER

Posted at 00:00h in Imobiliário, Seguros by gilbertopereira@angelicarocha.com.br 0 Comments 0Likes
 Share 
O seguro imobiliário é obrigatório para a proteção dos bens de imobiliárias e administradoras de imóveis, uma vez que os imóveis da carteira estarão segurados quanto a incêndios, entre outros danos, conforme o plano contratado.

Além de deixar segurados, moradores e proprietários de imóveis comerciais e residenciais, o seguro não é tão custoso nem complicado, e deve ser contratado por todas as empresas que possuam um número CRECI cadastrado. Veja as principais características do seguro imobiliário no nosso post de hoje:

 

 

 
 

4 dicas para contratar o seguro incêndio

 

Quem mora em condomínios, já deve possuir o seguro condomínio obrigatório, que possui a cobertura contra incêndios para as áreas comuns, porém sem proteger especificamente os apartamentos. Por isso, os proprietários também devem recorrer a um seguro incêndio residencial, que cobrirá tanto o apartamento quanto os bens do imóvel, em caso de incêndio – entretanto, para proteger equipamentos eletrônicos que possam causar sua queima, é necessário contratar especificamente a cobertura de danos elétricos. Já, quem possui uma casa, deve ficar atento e verificar se em seu seguro residência está incluso o seguro incêndio.

O que é o seguro imobiliário
O seguro imobiliário permite reunir diversas propostas dos seguros residencial e empresarial em um único “lote”, facilitando o dia-a-dia das imobiliárias que necessitam fazer pequenos seguros dos imóveis, mas em grande quantidade.

Quais são os tipos de coberturas?
Exitem dois tipos de Cobertura , a  básica como também pode complementá-la com coberturas adicionais. Por exemplo: a versão básica proporciona o reembolso em casos de incêndio, explosões e quedas de raios.

Veja como funciona cada cobertura:

Cobertura básica
Entenda em quais situações há o reembolso na cobertura básica:

Incêndio:
O segurado é reembolsado quando o fogo se espalha por toda a residência, destruindo paredes e móveis em seu interior. Início de incêndios ou eletrodomésticos que pegam fogo, mas as chamas não se espalham por outros ambientes não dão direito ao acionamento do seguro. Vale ressaltar que nessas circunstâncias são inclusos o desentulho e proteção de salvados (bens recuperados, amenizando as perdas).

Explosão:
São cobertas explosões causadas por panela de pressão, gás de cozinha e problemas na fiação

Raios:
Cobertura para queda de raio onde destrói ou danifica parte da estrutura do imóvel.

Coberturas adicionais
Para que o seguro atenda às necessidades do imóvel, o proprietário, ou, a administradora,  precisa identificar quais riscos o imóvel está sujeito para determinar quais os planos adicionais serão agregados à cobertura.

Veja alguns exemplos dos serviços que você pode contratar:

Danos elétricos
Assegura quanto aos problemas na fiação, raios que podem comprometer eletrodomésticos, proporcionando a perda total.

Alagamentos e inundações
A apólice reembolsa quanto a danos causados pelas chuvas ou por rompimento de reservatórios. Indicado para locais que sofre com alagamentos, deslizamentos e outros danos causados pelas chuvas.

Pagamento de aluguel em caso de desabrigo
Pagamento de aluguel temporário em outro imóvel durante o período de desabitação.

Vidros, espelhos e letreiros luminosos
Cobertura para  à quebra de vidros, espelhos e letreiros luminosos, desde que estejam fixados em portas, janelas e outras divisórias.

Impacto de veículos
Essa apólice é indicada para imóveis localizados em ruas e avenidas movimentadas. Se um carro bater e causar algum estrago no imóvel, o seguro vai arcar com o prejuízo da batida.

Vendaval ou granizo
Cobre danos e perdas materiais, totais ou parciais, causadas ao imóvel em decorrência de vendaval e granizo.

O que levar em consideração
Como mencionado anteriormente, o seguro imobiliário é obrigatório para todas as empresas administradoras de imóveis, pois ele garante a segurança do inquilino e a conservação do imóvel. Além disso, a própria imobiliária se beneficia com a transferência de responsabilidade sobre estes itens, que irá integralmente para a tutela das seguradoras elegíveis. Isso proporciona uma gestão de carteira mais tranquila e com maior liberdade para se dedicar aos outros desafios que envolvem a administração de imóveis.

Neste momento, é imprescindível o auxílio de uma corretora de seguros que seja especializada no assunto, pois somente com esta ajuda que será possível gerenciar os riscos de toda carteira sem sobrecarregar os agentes imobiliários, além de indicar corretamente as coberturas ideais para cada imóvel e preparar as apólices certas para a sua empresa.

 

 

Resolvemos a sua dúvida? Continue acessando ao blog para saber mais sobre seguros imobiliários ou entre em contato conosco.

Comentários para Seguros Imobiliários COMENTÁRIO